Notícias

Fraturas faciais causadas pelo futebol podem gerar problemas funcionais

By 18 de junho de 2014 Nenhum comentário

O futebol é quase sempre motivo de alegria, mas também pode ser fonte de problemas. Um estudo recente conduzido nos hospitais universitários da USP e da UNIFESP aponta que as fraturas faciais causadas durante a prática do esporte são mais graves do que se imagina e podem ter conseqüências graves.

244-2

Apesar da maioria das lesões serem de natureza ortopédica, a falta de proteção da face torna o local vulnerável a problemas. Uma outra pesquisa apontou que 73,9% dos casos de cirurgia facial realizadas por lesões e fraturas durante a prática de esporte estão ligadas ao futebol, sendo que a maioria foi causada por impactos entre cotovelos e cabeças de jogadores.

O problema apontado no estudo é que muitas vezes o diagnóstico inicial não identifica a fratura facial. Isso pode atrasar o tratamento adequado e gerar deformidades faciais e problemas funcionais, como na respiração nos casos de fratura de nariz – o tipo de problema mais comum. No entanto, fraturas na maçã do rosto, mandíbula, órbita também pode ter conseqüências graves.

Portanto, lembre-se: bola no pé é alegria, mas tenha cuidado na hora de praticar esportes e, caso sofra alguma lesão, procure um médico e investigue adequadamente o problema para evitar complicações maiores!

Descubra mais sobre lesões faciais no site da SBCP.

Leia o estudo completo sobre traumas faciais e futebol aqui.

Crédito da foto: joncandy via Compfight cc