Monthly Archives

maio 2016

Ricardo Amorim na Jornada Paulista

By | Notícias

Nos próximos anos o Brasil viverá um momento de forte crescimento econômico. Isso deverá impactar positivamente diversos setores da economia. E o mercado de cirurgia plástica poderá ser beneficiado por isso”.

Esta avaliação que pode parecer desconectada da realidade atual ou insanamente otimista foi feita por Ricardo Amorim, economista e comentarista do Manhattan Connection (Globo News).

Amorim, contudo, tem informações e dados bastante objetivos que embasam sua argumentação e nortearam toda a apresentação feita para mais de 1100 cirurgiões plásticos, no encerramento do terceiro dia da 36a Jornada Paulista de Cirurgia Plástica.

Na visão apresentada pelo economista, os números comprovam que no desenvolvimento econômico dos países nos últimos séculos, a economia vive essencialmente de ciclos. E, em média, estes ciclos duram de 3 a 5 anos, de forma bastante vigorosa, tanto nos momentos de tempestade, quanto nos de bonança. Mas podem durar até 7 anos em alguns casos. Raramente, 8 anos.

Por isso, Ricardo se mostrou otimista com o futuro da economia brasileira: “Estamos cavando um buraco há mais de seis anos. Estamos muito próximos de um momento de inflexão”. O economista também alertou para o fato de que depois de grandes períodos de queda, o crescimento tende a ser vigoroso em um primeiro momento. “Foi assim sempre que o Brasil teve períodos de crescimento negativo. E agora estamos com um dos maiores períodos e com a maior taxa de crescimento negativo da história do país. “Só são somos o país com pior crescimento nas Américas, porque Chaves e Maduro fizeram um grande trabalho para garantir este posto para a Venezuela”, ironizou Ricardo.

Segundo Ricardo, o momento atual ainda é o que as pessoas gastam somente com o que “eu preciso”. Com a economia entrando nos eixos e voltando a crescer, passarão a gastar também com o que “eu quero”.

Amorim também alerta para a incorporação constante de novas tecnologias no setor da saúde: “Até hoje, estas inovações melhoraram muito a qualidade do atendimento ao paciente, mas encareceram demais os serviços e acabaram limitando o acesso. A tendência é de que agora a tecnologia ajude a baratear esse acesso. Provavelmente a medicina será mais preventiva, nao sei.. Como isso vai impactar no negócio de vocês ainda é uma incógnita pra mim. Não tenho o conhecimento que vocês têm para saber. Quem descobrir terá grandes oportunidades”, alertou Ricardo Amorim.

“O momento ainda é de crise? Sim! Mas é neste momento que as coisas que podem mudar o mundo dos negócios acontecem. UBER foi criado em 2008 e se não houvesse uma das maiores taxas de desemprego da história da Europa, provavelmente não teria prosperado”, lembra Amorim. “Airbnb tem história e idade quase identificas. Juntas, valem 360 bilhões de reais. Nada mau para um negócio de 8 anos…”, avaliou Amorim.

As oportunidades aparecem m momentos de crises, segundo o economista: “É a hora tirar o “s” da “crise”. Crie. A crise nos obriga a olhar nossos negócios e fazer coisas que em momentos de maior conforto não faríamos. Se fizermos bem a lição de casa nestes momentos, colheremos bons frutos”, concluiu Ricardo Amorim, que ainda permaneceu por longo tempo respondendo a perguntas da plateia e autografando seu novo livro, “Depois da Tempestade”, lançado pela editora Prata.

Cirurgia Plástica's photo.
Cirurgia Plástica's photo.

Aplicativo SBCP

By | Notícias

 Elza Pacheco Lopes Cançado

 

O avanço do uso de aplicativos no Brasil e as diversas formas de acesso. A vida profissional de cada um de nós apoia-se, cada vez mais, às facilidades que as comunicações oferecem.

Atualmente, já é possível acompanhar o andamento do seu trabalho à distância, fornecer instruções para execução, ser encontrado a qualquer momento, se necessário, para resolver uma emergência.

Se há pouco tempo definíamos Internet como o avanço de maior impacto social do século passado, o que dizer dos dias atuais, onde “levamos” o Escritório, o Consultório, o Trabalho e, porque não o Lazer, no Bolso?

A qualquer momento, de qualquer lugar, podemos, se quisermos, nos tornarmos “presentes” a um evento, uma reunião, seja ela social ou de trabalho.

Captura de tela do iPhone 1

Isso só foi possível por meio do indiscutível avanço nas Comunicações, como na oferta de Tecnologia Móvel pelos maiores fornecedores dos continentes. Daí para o desenvolvimento desses aplicativos que facilitam a vida de todos nós, um pulo! Tanto que hoje se não quisermos sair de casa podemos obter quase tudo o que se precisa, usando aplicativos. E, na hora de sair, também muitas vezes usamos aplicativos para saber do trânsito, do tempo, da programação ou mesmo até para nos locomovermos ao nosso destino.

Assim, o que tínhamos em nossos computadores de resultados, às vezes irreversíveis. Cabe, portanto, à Sociedade e à Fundação, dar ampla divulgação dos cuidados mesa, que já achávamos um grande facilitador, foi migrando para os notebooks e hoje tudo pode estar condensado em um simples Smartphone, com acessos somente a partir de um toque ou mesmo por voz.

Mas, como tudo na vida, não esqueçamos do bom senso: ficar acessando o celular durante uma conversa presencial é tão deselegante quanto era, antes, ficar folheando uma revista na mesma situação. Tudo tem a sua hora e o seu lugar!

app2

Como será o aplicativo destinado aos Membros da SBCP e quais informações estarão presentes?

 

O aplicativo para a SBCP está sendo desenvolvido considerando as particularidades do segmento e do seu público alvo, sendo que a sua amplitude abrange dois focos: o primeiro, obviamente, são os membros da SBCP, que poderão estar todos conectados a essa poderosa ferramenta de integração profissional, com notícias, contatos, avisos, comunicação e integração com eventos, além do obvio contato entre os profissionais dessa área.

Em segundo lugar, mas não menos importante, aponta-se o público em geral, a comunidade, a quem a SBCP tão acertadamente deseja divulgar orientações, cuidados, avanços da área. Neste particular, é de suma importância hoje, principalmente se considerarmos o acesso de todas as camadas da sociedade às soluções de cirurgias e procedimentos, disponibilizar informações a propósito de segurança da cirurgia, cuidados básicos, e notadamente acerto na escolha de um bom profissional. Não raro circulam notícias ou mesmo aparecem em nossos consultórios casos de pessoas que, no afã de aproveitar de prazo curto, custo baixo e outras vantagens oferecidas por inescrupulosos profissionais sem formação, têm desastrosos na escolha, alertando a comunidade quanto aos riscos de promessas ilusórias.

Quais benefícios aos usuários na agilidade das informações?

 

Como todo aplicativo que usa a Internet, o da SBCP trará, em tempo real, o ambiente da Sociedade à tela de seu Smartphone, com as mais recentes notícias, com a descrição de cases, alertas, recomendações, novidades, eventos, além de propiciar a congraçamento da comunidade médica de cirurgia plástica em um ambiente de fácil manuseio e protegido por máxima segurança com as tecnologias de mercado específicas para tal.

Como acessar o aplicativo SBCP e sanar as dúvidas?

 

O aplicativo poderá ser baixado por meio da App Store (iPhone) e Google Play (Android). Uma vez baixado, estará disponível na tela do Smartphone, podendo ser acessado de acordo com a vontade do usuário. Para os membros da SBCP, o primeiro acesso se dará digitando e-mail (login) e senha, podendo esses dados ficarem gravados no Smartphone, dispensando essa informação nos acessos seguintes.

Para a comunidade em geral, o aplicativo, quando baixado no SmartPhone, fornecerá notícias hoje veiculadas no site da Sociedade e novas informações sobre os médicos associados. A área interna do aplicativo é restrita aos membros da SBCP.

A partir de quando estará disponível?

 

O aplicativo já está disponível para ser baixado.

Cirurgia plástica para diminuir os lábios vaginais tem feito sucesso entre as brasileiras

By | Notícias

O Brasil é campeão em um tipo inusitado de cirurgia plástica. Engana-se quem acha que o clássico silicone nos seios lidera esse ranking. A labioplastia, também conhecida como ninfoplastia, tem como intuito diminuir o tamanho dos pequenos lábios vaginais e, de acordo com o último levantamento realizado pela Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica, é o procedimento mais escolhido pelas brasileiras.

Segundo o cirurgião plástico Sérgio Feijó, cerca de 80% das ninfoplastias envolvem apenas a redução dos lábios internos, que podem serem muito grandes e atrapalhar a vida sexual. Além disso, aumentam o risco de infecção e acabam sendo tão incômodos que chegam a aparecer na malha de ginástica. Sendo assim, a estética é o ponto de partida para que as mulheres busquem esse tipo de intervenção. No entanto, o conforto também conta muito, já que as circunstâncias que levam ao aumento dos pequenos lábios, apesar de variarem a cada caso, podem começar ainda na adolescência.

As alterações mais conhecidas são aquelas que acontecem devido aos atritos. Uma mulher que pratica ciclismo ou hipismo, com o tempo, pode perceber que seus pequenos lábios se alargaram. Entretanto, em certos quadros podem ser congênitos, surgirem na adolescência, às vezes por causa do uso de anabolizantes, e na fase adulta durante a pós-gestação”

Sérgio Feijó, Cirurgião Plástico

O profissional ressalta ainda que, mesmo com todos os avanços, a cirurgia íntima é encarada com constrangimento pelo público feminino, que muitas vezes chega ao consultório sem saber da existência do procedimento.  “Geralmente, as mulheres que vem fazer a abdominoplastia (cirurgia que corrige a flacidez causada pela gravidez e pelo grande emagrecimento) são as que optam por fazer a ninfoplastia.  Mas muitas têm vergonha ou nem sabem que existe a cirurgia intima”, explica o cirurgião, que garante não haver motivo para receio, já que não há perda de sensibilidade na área e o procedimento, com anestesia local, dura pouco menos de uma hora.

 

vageygey2VAGEYGEY2

Para Andressa Pereira, o medo não foi maior do que a vontade de reerguer sua autoestima. Casada, ela se sentia frustrada com a vida sexual e constantemente desconfortável com o volume de seus lábios vaginais. “O pior era o sentimento de constrangimento com meu marido, que apesar de nunca ter reclamado percebia que não me sentia à vontade entre quatro paredes. Além disso, aquele pequeno volume me incomodava demais, principalmente quando ia fazer depilação ou me consultava no ginecologista.”

 

Para o especialista, o cuidado deve ser redobrado no pós-operatório. Por ser uma região muito vascularizada, o cirurgião recomenda o uso de analgésicos e antibióticos, mas destaca que a atenção deve ser na higienização da área, que deve ser lavada com shampoo de bebê com PH neutro, por causa de sua limpeza suave que não agride a pele. “Lembrando que é indispensável que a  paciente repouse durante três dias e não tenha relação sexual durante um mês”, alerta o médico.

Para quem sofre com esse problema e fica constrangida, Andressa aconselha: “Não tenha vergonha de expor algo que te incomoda, pois isso pode mudar tudo em você, inclusive seu relacionamento conjugal. Fazer isso me trouxe uma autoconfiança inimaginável, porque é muito mais natural do que se imagina.”

fonte:http://www.metropoles.com/

 

Bombeiro passa pela mais complexa cirurgia de transplante de rosto já realizado

By | Notícias

O médico americano Eduardo Rodriguez, chefe do departamento de cirurgia plástica do Centro Médico NYU Langone, em Nova Iorque, EUA, liderou a mais extensa cirurgia de transplante de face já realizada na história da medicina.

A cirurgia que durou 26 horas e mobilizou uma equipe de 100 médicos além de enfermeiros e técnicos, foi feita em Patrick Hardison, um bombeiro do Mississippi (EUA) com 41 anos. Hardison ficou com a face desconfigurada após o teto de uma casa em chamas caiu sobre sua cabeça, em uma missão de resgate, em 2001.

Após o acidente, ele perdeu as pálpebras, as orelhas, os lábios e a maior parte do nariz. Dr. Eduardo Rodriguez disse que esperou um ano até achar o doador certo, com o mesmo tipo sanguíneo, tecido, etc.

O transplante cobriu toda a face, grande parte do pescoço até o crânio. O paciente que estava há 14 anos sem rosto, diz ter ganhado uma nova vida.

 

fonte: http://extra.globo.com/noticias/saude-e-ciencia/bombeiro-passa-pelo-maior-transplante-de-rosto-ja-realizado-18069388.html#ixzz48I3mQpWk

O homem também busca a boa aparência e bem-estar

By | Notícias

O homem aderiu aos tratamentos de beleza e por isso tornou-se freguês assíduos das clínicas de estética. Eles buscam melhorar a aparência livrando-se de pelos indesejados no rosto e no corpo

Os homens estão cada vez antenados e interessados nos tratamentos para pele, cabelos e corpo. As mulheres continuam sendo a grande maioria nos salões de beleza e nas clínicas de estética, mas também é verdade que os homens estão bem mais interessados em melhorar a aparência, sendo que os tratamentos mais procurados são aqueles que prometem acabar com a calvície e gordura localizada. Assim, eles estão se tornando cada vez mais clientes da lipoaspiração e da cirurgia de pálpebra. Há quem garanta que 20% dos clientes dos médicos especializados no assunto são homens.

Fazendo parênteses no assunto, outro fenômeno digno de nota são as academias. Estes locais eram ponto de encontro de gente mais jovem, atualmente o que se vê são homens e mulheres de todas as idades, inclusive nas aulas de Pilates.

Voltando ao foco, há 20 anos, o número de homens que procuravam os tratamentos para o corpo era inexpressivo. Além de ter aumentado a procura por bem-estar e o culto ao corpo, um dos motivos que explicam esse crescimento, segundo especialistas, é a preocupação com o mercado de trabalho, que privilegia muito a aparência. Hoje quem é mais bonito e mais bem apresentado tem mais chances. E, quanto melhor você está, melhor é a sua performance.  O curioso é que nem todos os pacientes se submetem a cirurgias. Atualmente as cirurgias representam apenas 20% dos procedimentos. Os demais são preenchimentos de rugas e depressões, implantes, peelings e vários outros tratamentos que podem ser feitos sem internações e com cada vez mais segurança e rapidez.

Hoje em dia, tanto homens quanto mulheres, também já sabem que é melhor fazer várias e pequenas intervenções, começando mais cedo, do que deixar os problemas se avolumarem.  Assim, podem chegar com uma aparência natural e jovial em idades mais avançadas.

Uma recomendação, porém, continua fundamental: a de procurar sempre um cirurgião plástico com formação adequada, que tenha feito residência de dois anos em Cirurgia Geral, três anos em Cirurgia

Plástica e tenha sido aprovado como especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Os especialistas em estilos contam que as mulheres estão cada vez mais exigentes com a aparência masculina. Se no passado um visual desleixado era sinônimo que virilidade, atualmente os padrões são outros.

O que mais chama a atenção delas? Unhas sujas ou roídas podem arruinar a conversa logo no primeiro encontro. O hábito de roer unhas interfere na aparência dos dedos, causam vermelhidão e até infecções. A manicure é fundamental também para os homens, tanto para as mãos como para os pés.

Visitas periódicas ao dermatologista ou esteticista é preciso para livrar a pele do rosto de acnes e cravos. Nada pior do que a pele do rosto do homem grossa e oleosa. Este é um item que é observado inclusive nas entrevistas para emprego.

Outro ponto que costuma “queimar o filme” dos homens são as sobrancelhas grossas e com pelos maiores do que o normal. Os mais antenados já perceberam que a ajuda de um designer de sobrancelhas é fundamental para eliminar os excessos, em deixar o rosto feminino, e melhorar bastante o visual. Assim como é de bom tom aparar os pelos do nariz. Alguns homens possuem estes bem grandes e que causam má impressão. Se bem que isso não é “privilégio” dos homens, mulheres também podem apresentar pelos bem crescidos no nariz. O melhor jeito é depilar, dói um pouquinho, mas o resultado final vale à pena. É bom explicar que quando se fala em pelos no nariz, refere-se àqueles que ficam aparecendo nas entradas das narinas. Na verdade, os pelos têm a função de filtrar o ar que respiramos.

De modo positivo, se observa este fenômeno, o homem descobriu que tem vaidade, que pode desfrutar do mesmo prazer da mulher quando o assunto é beleza e bem-estar. Tem sensação melhor do que sentir o rosto lisinho depois de uma hidratação e massagem?

Se você ainda não experimentou, não sabe o que está perdendo.

 

Fonte: diariodolitoral

Simpósio debate responsabilidade civil

By | Notícias

SIMPÓSIO VAI DEBATER A RESPONSABILIDADE CIVIL E ÉTICO-PROFISSIONAL DOS MÉDICOS

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – Regional Goiás (SBCP-GO) vai promover no sábado, 21, o simpósio Responsabilidade Civil e Ético-Profissional dos Médicos. O evento será realizado das 8 às 13 horas, na sede do Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) e vai reunir médicos cirurgiões plásticos e outros especialistas, acadêmicos de medicina, representantes da área médica, juízes, desembargadores e profissionais de direito.

Eles vão debater a judicialização da medicina, processos contra médicos, impactos do novo Código de Processo Civil nos processos por ‘erro médico’ e o uso ético das mídias pela classe médica.

Entre os palestrantes estão o presidente do Cremego, Aldair Novato Silva; o presidente da SBCP-GO, Luiz Humberto Garcia de Souza; o vice-presidente da SBCP, Dênis Calazans; os conselheiros do Conselho Federal de Medicina, Salomão Rodrigues Filho e Emmanuel Fortes; o presidente da OAB-GO, Lúcio Flávio Siqueira de Paiva e o desembargador Miguel Kfouri Neto (Paraná)
SAIBA MAIS…
Data: 21 de maio (sábado)
Horário: 8 às 13h15
Local: Cremego – Rua T-27, 148, Setor Bueno (entrada de eventos)
Assunto: Simpósio Responsabilidade Civil e Ético-Profissional dos Médicos
Segue a programação

7 às 8 horas – Café da Manhã de boas-vindas
8 às 8h05 – Abertura
8h05 às 8h20 – “Processos Médicos: A conjuntura atual e a visão do Conselho” – Dr. Aldair Novato (Presidente do Cremego)
8h20 às 8h45 – “Processos Médicos: Como Evitá-los? Quais são os instrumentos de defesa do médico” – Dr. Luiz Humberto Garcia de Souza (Conselheiro do Cremego/ Presidente da SBCP-GO)
8h45 às 9 horas – Moderação: Prof. Rodrigo de Silveira (Juiz de Direito TJ/GO)
9 às10h15 – Procedimentos Estéticos/ Cirurgia Plástica: Obrigação de Meios ou de Resultados? Há algo novo? Quais as Implicações? Como mudar essa realidade?
Prof. Miguel Kfouri Neto (Desembargador Tribunal de Justiça/Paraná)
Profa. Hildegard T. Giostri (Advogada – Curitiba-PR)
Moderação: Dr. Dênis Calazans Loma (Cirurgião Plástico – São Paulo- SP, vice-presidente da SBCP)
10h15 às 10h30 – Coffee Break
10h30 às11h45 – “O Médico e as Mídias: Como se comunicar com o público sem ferir a ética e os direitos dos outros colegas e dos pacientes?”
Dr. Dênis Calazans Loma (Cirurgião Plástico – São Paulo-SP)
Dr. Emmanuel Fortes (Presidente da Comissão de Divulgação de Assuntos Médicos/Conselho Federal de Medicina)
Moderação: Dr. Salomão Rodrigues Filho (Conselheiro CFM)
11h45 às 12 horas – Coffee Break
12 às 12h30 – “Impactos do novo Código de Processo Civil nos Processos por ‘Erro Médico’ – Quais são as novidades? Que cuidados devo tomar?” – Prof. Lúcio Flávio Siqueira de Paiva (Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Goiás)
12h30 às13h15 – Perícias Médicas: a visão do Perito. Como o Médico pode produzir elementos de defesa efetiva? Prof. Leonardo Mendes Cardoso (Médico e Perito Judicial)
Moderação: Prof. Carlos Márcio Rissi Macedo (Advogado – Goiânia-GO)

Cirurgia Plástica's photo.