Monthly Archives

maio 2017

Cuidados pós-operatórios

By | Notícias

O sucesso de uma cirurgia plástica inicia na escolha do médico, passa por investigação e cuidados pré-operatórios, chega na cirurgia efetivamente e continua nos cuidados pós-operatório. Esse momento é crucial e de extrema cautela, pois um pós-operatório mal feito pode comprometer o resultado da cirurgia. Converse com seu cirurgião e pergunte sobre todas as suas limitações e precauções que terá que tomar nesta etapa e deixe tudo organizado para os dias que sucederão ao procedimento. Cada região operada requer cuidados específicos, mas algumas dicas genéricas são:

  Nos dias que antecedem a cirurgia, separe roupas fáceis de vestir, em caso de mamoplastia você ficará com os braços imobilizados por um tempo;

 Converse sobre o tipo de alimentação que deverá ingerir e vá ao supermercado antes, pra quando chegar em casa a dispensa esteja abastecida de acordo com a sua necessidade

 Confira com o médico se a cinta compressora ou o sutiã comprado está de acordo

 Converse com o cuidador que ficará tomando conta de você nos primeiros dias e já mostre o lugar de tudo, além de explicar suas limitações logo que chegar em casa

 Não fume, não beba nem faça uso de drogas pelos 40 dias subsequentes

 Evite anticoagulantes pelos próximos 21 dias

 Mantenha a descontinuação da pílula anticoncepcional por mais 30 dias

 Evite sol pelos próximos 60 dias

 Nunca deixar de usar a malha compressiva

Durma na posição orientada pelo cirurgião

 Faça drenagens linfáticas com profissionais capacitados, espertos em pós operatório

 Evite prática de atividades físicas ou movimentos que forcem a cicatriz

 Vá a todos os retornos que o cirurgião solicitar, pois é importante que ele observe a evolução do quadro

 Siga toda e qualquer orientação do seu médico e o contate sempre que tiver dúvidas sobre qualquer ação ou observação diferente.

E nunca esqueça que #cirurgiaplasticaecomcirurgiaoplastico .

Cirurgia Plástica pré-casamento

By | Notícias

Maio é mês das noivas, e toda noiva que se preza almeja estar impecável para o grande dia. Não é atoa, todos holofotes estarão voltados à ela, e para muitas é a realização de um sonho. Com isso, mulheres de todas as idades, quando marcam a data do casamento, já iniciam um plano de cuidados onde tratamentos de todas as esferas estão contempladas, da nutrição ao cabelo, e cirurgia plástica não poderia estar de fora desta lista. Os tratamentos de maior procura por elas são:

 Botox e preenchimentos – com o intuito de suavizar a as expressões faciais e ficar ainda mais fotogênico, os procedimentos menos invasivos corrigem marcas de expressão, rugas, olheiras, sulcos, lábios, olheiras e alguns outros como levantar sobrancelhas ou dar uma arrebitadinha no nariz. Estes podem ser feito até 15 dias antes da data , mas ideal um mês antes , por possíveis roxos ou necessidades de retoque.

 Rinoplastia – melhorar a aparência do nariz para sair bem nas fotos e arrasar no registro do momento é justificativa constante nos consultórios, o que é bastante compreensível pois o nariz é fator marcante na face.

 Lipoaspiração – para desenhar o corpo com formas bem definidas, eliminando aquela gordurinha que insiste em não sair do lugar, ficar mais confortável naquele vestido tão sonhado e aproveitar a lua de mel com a autoestima lá em cima.

 Prótese de Mama – o tamanho da mama é fator chave na escolha do vestido e deixa a noiva mais segura para o grande dia.

É sempre bom lembrar que em se tratando de cirurgia plástica, é necessário um planejamento que prevê o período pós operatório e a maturação da cirurgia. Mas não é só a noiva que procura tratamentos pré-casamento, mães e madrinhas e até noivos são frequentes nos consultórios. É sempre bom lembrar de certificar-se se o cirurgião é membro da SBCP, você não vai querer correr riscos nas vésperas do dia mais importante da sua vida.

Países decidem criar documento mundial sobre segurança em cirurgia plástica

By | Notícias

Momento histórico para a medicina mundial, representantes da especialidade de diversos países irão elaborar documento que irá preservar vidas

Representantes de dezenas de países assinaram na tarde da última quarta-feira, 17 de maio, em Cancun, no México, durante o Encontro Mundial pela Segurança em Cirurgia Plástica, uma declaração de compromisso para implementar mais segurança na especialidade pelos países que formam a Federação Íbero Latino-Americana de Cirurgia Plástica (FILACP). Nesta declaração, consta a criação da Comissão de Segurança da FILACP, formada por Brasil, México, Chile, Colômbia e República Dominicana que deverão  elaborar um documento sobre Segurança em Cirurgia Plástica, a ser assinado em outubro, no Panamá, na sede da Federação.

 

Para o presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e representante do Brasil no Encontro, Luciano Chaves, este é um momento histórico. “Este encontro definiu ações inéditas e históricas para a cirugia plástica mundial. Em uma época em que tantos não cirurgiões plásticos atuam em todo o mundo, médicos ou não médicos, realizando cirurgias mal feitas com sequelas irreversíveis, com o número de óbitos crescendo a cada ano, essas ações irão acima de tudo, preservar vidas”, comemora.

 

Esta é a segunda vez que acontece um encontro entre diversos países para a discussão da segurança em cirurgia plástica. O primeiro encontro foi durante o I Fórum Mundial – Segurança, Intercorrência e Defesa da Cirurgia Plástica, idealizado pela SBCP em novembro de 2016 durante o 53º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica que reuniu 71 representantes da cirurgia plástica de todo o mundo. Na ocasião, foi realizada uma Reunião do Conselho de Presidentes das Sociedades Mundiais onde foi consolidado um protocolo de intenções sobre a segurança cirúrgica.

A Federação Ibero Latino-Americana de Cirurgia Plástica  é composta por Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Equador, Espanha, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Venezuela. O Encontro Mundial pela Segurança em Cirurgia Plástica ocorreu durante o XLVIII Congreso Anual Internacional de la Asociación Mexicana de Cirugía Plástica, Estética y Reconstructiva, que ocorre até o dia 20 de maio, no hotel Fiesta Americana Coral Beach, em Cancún.

Brasil participa de encontro mundial sobre segurança em cirurgia plástica no México

By | Notícias

Representantes da especialidade de todo o mundo buscam coibir práticas abusivas e ampliar a segurança para o paciente

O presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Luciano Chaves, participa na próxima quarta-feira, 17 de maio, do Encontro Mundial pela Segurança em Cirurgia Plástica, em Cancún, México. O encontro é uma realização da Associação Mexicana de Cirurgia Plástica em conjunto com a Federação Ibero Latino-Americana de Cirurgia Plástica (FILACP) e espera reunir representantes de 63 países para discutirem diretrizes para segurança mundial em cirurgia plástica.

Este evento é continuidade do I Fórum Mundial – Segurança, Intercorrência e Defesa da Cirurgia Plástica, idealizado pela SBCP em novembro de 2016 durante o 53º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica que reuniu 71 representantes da cirurgia plástica de todo o mundo para aprimorar a segurança em cirurgia plástica. Na ocasião, foi realizada uma Reunião do Conselho de Presidentes das Sociedades Mundiais onde foi consolidado um protocolo de intenções sobre a segurança cirúrgica.

Para Luciano Chaves, é fundamental a participação do Brasil neste encontro, já que o país é um dos que mais realizam cirurgias plásticas no mundo e enfrenta uma invasão de não especialistas que colocam em risco a vida do paciente. “Fomos precursores, em 2016, na realização do Fórum para discutir a segurança na especialidade e agora daremos continuidade a esse trabalho, que corrobora o Projeto Nacional de Defesa da Especialidade iniciado também no último ano, com o objetivo incessante de minimizar a atuação de não especialistas na área e que tem trazido sérios danos para a população brasileira, gerando cada vez mais danos por cirurgias mal realizadas e óbitos sequenciais”.

O Encontro Mundial pela Segurança em Cirurgia Plástica ocorrerá durante o XLVIII Congreso Anual Internacional de la Asociación Mexicana de Cirugía Plástica, Estética y Reconstructiva, de 17 a 20 de maio, no hotel Fiesta Americana Coral Beach, em Cancún.

 

Dia das mães e cirurgia plástica

By | Notícias

“Ontem foi o dia das mães e como cirurgião que aprecia a estética humana , posso afirmar com propriedade : não existe curva mais bela e perfeita quanto a da barriga de uma futura mamãe. Na gravidez a mágica da vida acontece e é o começo de um grande amor que será eterno!

Atualmente, na nossa pratica clinica, é cada vez mais comum atendermos mulheres que se sentem incomodadas com as alterações corporais desenvolvidas no período pós gestacional. Durante a gravidez , o corpo materno sofre alterações funcionais para o desenvolvimento do bebê que nem sempre desaparecem após o parto.

Por influencias de diferentes hormônios como a prolactina as mamas tornam-se aumentadas com dilatação dos seus ductos lactíferos , aumentando globalmente o seu volume. A pele da mama possui uma boa elasticidade, no entanto, apresenta uma má complacência. Em outras palavras, a pele da mama “estica” para suportar o acréscimo de volume, porém não regride após o período de amamentação.

Por isso muitas mamães queixam-se de mamas flácidas e procuram a cirurgia plástica para melhorar o aspecto de seus seios e resgatar a auto estima.

Recomenda-se que a cirurgia plástica mamária seja realizada só depois de 6 meses do término da amamentação, no mínimo. Antes desse período a mulher ainda está sob a influência de hormônios e ,além do aspecto da mama ainda sofrer mudanças, há ainda o risco aumentado de problemas na coagulação.

Uma outra queixa comum das mamães é o aspecto flácido da pele e afastamento dos músculos da barriga. Na gravidez, a expansão do útero provoca um alongamento dos músculos abdominais, o que pode causar uma separação das duas bandas musculares que se encontram na região central do abdômen. Essa condição é denominada de diástase dos músculos reto abdominais.

Nesses casos a abdominoplastia é o procedimento de escolha para o tratamento da pele em excesso e abordagem da diástase.
A aplicação de botox durante a gestação e o período de amamentação é contra indicado. Ainda assim, todas as mães continuam lindas, e sob a ótica poética de Carlos Drummond de Andrade é o ‘veludo escondido na pele enrugada’.”

Matéria extraída do Diário de São Paulo. Texto do Dr.Paulo Godoy.

PROJETO NACIONAL DEFESA DA ESPECIALIDADE

By | Notícias

TRIBUNAIS DECIDEM QUE ENFERMEIROS NÃO PODEM ATUAR COMO MÉDICOS

 

As decisões suspendem os efeitos de Resolução do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen 529/2016) e ainda suspende que novas resoluções que violem a lei do Ato Médico sejam publicadas, fato inédito.

A resolução definia a atuação de enfermeiros em áreas restritas da cirurgia plástica e outras sociedades de especialidades.

Foram duas ações:

Uma teve como autores a Associação Médica Brasileira (AMB), Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e Sociedade Brasileira de Angiologia e de Cirurgia Vascular (SBAVC)  unidas em mesma ação judicial junto a 4ª Vara Federal – RN.

Outra foi protocolada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), na Justiça Federal do Distrito Federal.

Na ação da AMB e SBCP a decisão da Excelentíssima juíza federal, Dra. GISELE MARIA DA SILVA ARAUJO LEITE, vai além da suspensão da resolução, pois também determina que “o réu se abstenha de editar nova norma que trate da atuação de Enfermeiros em cirurgia plástica, cirurgia vascular, dermatologia e estética, como noticiado em seu sítio eletrônico”.

A Exma. juíza ainda, deixou de designar a Audiência de Conciliação, pois considerou que “o objeto da causa não admite a autocomposição. Sendo assim, determino apenas a CITAÇÃO da parte requerida para apresentar defesa, no prazo legal, oportunidade em que deverá especificar as provas que pretende produzir.”

Além disso , destaca em sua decisão que “considerando que se discute, na presente ação, a tutela da saúde da população, especialmente a parcela que se submete aos tratamentos referidos na inicial, determino igualmente a intimação do Ministério Público Federal para se manifestar no feito, na condição de fiscal da lei e no prazo de 15 (quinze) dias, após a apresentação da contestação e respectiva réplica”.

Sobre a decisão, o presidente da SBCP, Dr. Luciano Chaves, afirma que “A judicialização

na cirurgia Plástica era inadiável e emergencial com o objetivo maior de proteção a saúde da população. O judiciário decide com responsabilidade. A união da AMB e SBCP fortalecem o especialista com ações legalistas. Estamos em direção do ético”.

Por ter tido como autora a AMB esta ação distribuída na 4ª Vara Federal – RN tem efeito vinculante nacional. “Juntos somos mais fortes”, esclarece o Dr. Carlos Michaelis Jr., coordenador jurídico da AMB, SBCP e SBAVC.

Para o presidente da AMB, Dr. Florentino Cardoso, “A AMB sempre estará na defesa do paciente, em especial no que se refere a recorrente invasão de não médicos buscando atuar em áreas restritas pela Lei do Ato Médico, colocando em risco qualidade dos procedimentos e principalmente segurança do paciente. Atuamos e atuaremos sempre que necessário, em conjunto com CFM e sociedades de especialidades, em todas esferas, administrativas ou jurídicas. Os motivos não são corporativistas, estão fundamentados em razões científicas, clínicas e acadêmicas, para que somente médicos especialistas estejam habilitados a realizar determinados procedimentos”, finaliza.

          

 

Leia na íntegra

Ação Humanitária Porto Alegre 2017

By | Notícias

SBCP e Fundação Ideah promovem mutirão de cirurgias plásticas em Porto Alegre.

 

poa01
Equipe médica do Hospital São Lucas da PUC-RS, recebe a comitiva SBCP

poa02
Hospital Nossa Senhora da Conceição

poa03
Hospital Cristo Redentor

poa04
Durante a visita da comitiva da SBCP no mutirão de cirurgias reparadoras no
Hospital Cristo Redentor em Porto Alegre, a equipe do DESC também estava na
instituição afim de vistoriar o serviço credenciado.

poa05
Pedro Martins fala sobre as cirurgias para tumores de pele durante o
mutirão.

poa06

Eduardo Chem fala sobre o trabalho social da SBCP.