Monthly Archives

abril 2018

Nota de Falecimento | Prof. Dr. Ricardo Baroudi

By | Não categorizado

01/06/1932

29/04/2018

“…a um tempo stesso Amore e Morte? Ingenero la sorte.”

Giacomo Leopardi

A morte não representa o termo final, pois a memória de quem se foi nos remete à vontade, quiçá obrigação, de viver como se ele ainda estivesse presente. Professor Baroudi é destes ícones de ética, ciência e retidão, que inspirou e inspirará gerações, e continuará entre nós com seu exemplo de humildade e sabedoria.

A Medicina perde um gigante, que seguirá eternizado como Patrono da Cirurgia Plástica paulista e exemplo para o Brasil e o mundo. Presidente da SBCP por dois mandatos, mantinha a sua influência e dedicação à Sociedade e à Cirurgia Plástica. Embora não militasse mais na área do bisturi, como ele mesmo gostava de dizer, acompanhava de perto os nossos eventos e incentivava colegas na publicação de trabalhos científicos, nunca se afastando da Cirurgia Plástica e sempre atento a nos orientar e ensinar.

Parte um grande líder. Fica o dever de seguir seus ensinamentos de ética e amor à ciência.

Vá em paz, Professor Baroudi. E muito obrigado por tão preciosos ensinamentos.

 

Informamos que o velório será dia 30 de abril de 2018, das 7:30 às 19:00, na Capela do Cemitério Parque Flamboyants, s/n,
Bairro das Palmeiras, Campinas – SP.

Diretoria Nacional SBCP

Justiça proíbe farmacêuticos de utilizarem Botox e ácido hialurônico para fins estéticos

By | Destaque

Depois de entender que enfermeiros, biomédicos e dentistas não podem realizar procedimentos estéticos com ácido hialurônico ou toxina botulínica, a justiça novamente decidiu em prol da segurança do paciente e derrubou a resolução do Conselho Federal de Farmácia que permitia que farmacêuticos fizessem o uso dessas substâncias.

Por SBCP

A desembargadora Ângela Catão acatou pedido da classe médica e declarou ilegal a Resolução 573/2013 do Conselho Federal de Farmácia – CFF, que autoriza o farmacêutico a realizar procedimentos dermatológicos estéticos.

Na decisão divulgada na última sexta-feira, 20 de abril, a magistrada baseou-se na Lei do Ato Médico para anular a decisão do CFF. “A autorização da atividade proposta no teor da Resolução 573/2013, a princípio, parece invadir a área de atuação dos médicos, considerando que nos termos do artigo 4º da Lei 12.842/2013 os procedimentos estéticos ou terapêuticos tidos como invasivos, em qualquer grau, são privativos de médicos”, relata.

A formação do médico especialista também foi citada no voto: “Cumpre salientar, que o curso de Medicina dura em média seis anos, a especialização em dermatologia requer no mínimo dois anos. No caso da cirurgia plástica, o médico tem que cursar dois anos de residência em cirurgia geral, e mais três anos de residência em cirurgia plástica. Além disso, para obter o credenciamento na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) o cirurgião plástico deverá prestar exame, e se for aprovado poderá homologar o título de especialista no CRM. Assim, os dermatologistas e cirurgiões plásticos são os profissionais habilitados na medicina para atuar em tratamentos estéticos ou médicos da pele, por meios considerados invasivos e caracterizados como atos médicos”.

Para combater a invasão na cirurgia plástica por não especialistas, a SBCP criou em 2016 o Projeto Nacional de Defesa da Especialidade, que teve entre outras conquistas, a proibição de biomédicos, enfermeiros e dentistas de realizarem procedimentos estéticos de caráter restrito aos médicos especialistas. A SBCP tem se movimentado para ter uma cirurgia plástica cada vez mais segura para os profissionais e para a população.

 

Ex-combatente no Afeganistão recebe primeiro transplante de pênis e escroto no mundo

By | Notícias

Médicos dizem que transplantes penianos já haviam sido feitos, mas a soma do escroto representa um avanço adicional.

Por Agência EFE

Um soldado ferido no Afeganistão é a primeira pessoa no mundo a ser submetida a um transplante de pênis e de escroto, informou nesta segunda-feira a Faculdade de Medicina da Univerisdade Johns Hopkins (EUA), onde foi realizada a intervenção cirúrgica. 

Nove cirurgiões plásticos e dois cirurgiões urologistas participaram em 26 de março da operação de 14 horas na qual o paciente, que pediu que sua identidade não fosse revelada, recebeu o pênis, o saco escrotal sem testículos e parte da parede abdominal de um doador falecido.

O receptor já se recuperou da cirurgia e deve receber alta nesta mesma semana, afirma um comunicado do prestigiado centro universitário privado com sede em Baltimore (Maryland).

O transplantado afirmou que o ferimento sofrido “não era fácil de aceitar”, mas agora se sente “mais normal” e com “um certo nível de confiança também”. “Definitivamente, agora estou bem”, acrescentou.

“Acreditamos que o transplante permitirá que este jovem recupere as funções miccionais e sexuais quase em sua totalidade”, afirmou Wei-Ping Andrew Lee, professor e diretor da Divisão de Cirurgia Plástica e Reparadora da Faculdade de Medicina da Universidade Johns Hopkins.

Este tipo de transplante é denominado alotransplante composto vascularizado e consiste em transplantar uma parte ou tecido do corpo de uma pessoa a outra.

 

Fonte: https://www.efe.com/efe/brasil/sociedade/ex-combatente-no-afeganist-o-recebe-primeiro-transplante-de-penis-mundo/50000246-3593875