Por SBCP

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) aprovou no 55º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica, realizado entre 14 e 17 de novembro em Recife, Pernambuco, 26 membros titulares que prestaram o Exame para Ascensão a Membro Titular. Para prestar o exame, o cirurgião plástico tem que ser membro associado há pelo menos três anos. Dentro da SBCP, um membro titular faz parte do conselho e tem poder de decisão na Sociedade. Confira abaixo a relação dos aprovados:

Candidato Trabalho UF
1 ADRIANO GUIMARÃES BRASOLIN MAMOPLASTIA MASCULINIZADORA: ANÁLISE DE 65 CASOS SP
2 ANA CAROLINA REZENDE CAMPOLINA MARICEVICH CERVICOPLASTIA AMPLIADA COM ACESSO SUBPLATISMAL PE
3 ANDRE LUIZ PIRES DE FREITAS CÉLULAS-TRONCO MESENQUIMAIS DERIVADAS DE TECIDO ADIPOSO NA VIABILIDADE DO RETALHO MUSCULOFASCIOCUTÂNEO TRANSVERSO DO MÚSCULO RETO DO ABDOME, EM RATOS. SP
4 BRUNO PIRES DO AMARAL MARQUES MAMOPLASTIA MASCULINIZADORA – EXPERIÊNCIA PESSOAL NA CIRURGIA DE ADENOMASTECTOMIA PARA READEQUAÇÃO SEXUAL DE TRANSEXUAIS FEMININOS EM MASCULINOS (FTM) SP
5 CAROLINA CRISTINA BEZERRA DANTAS *** USO DO RETALHO DE LATÍSSIMO DO DORSO NAS RECONSTRUÇOES MAMÁRIAS: SÉRIE DE CASOS RN
6 CRISTIANO RICARDO DE ABREU AVALIAÇÃO DE IMPLANTES DE SILICONE COM SUPERFÍCIES LISA, TEXTURIZADA E DE POLIURETANO EM CAVIDADES EVISCERADAS DE COELHOS GO
7 DANIEL RODRIGUES DE CARVALHO ESTUDO COMPARATIVO DAS COMPLICAÇÕES NAS RECONSTRUÇÕES MAMÁRIAS IMEDIATAS E TARDIAS SP
8 DIOGO RADOMILLE DE SANTANA *** ESTUDO COMPARATIVO DE DUAS TÉCNICAS PARA REDUÇÃO DE GRANDES HIPERTROFIAS MAMÁRIAS BA
9 EDUARDO TOSHIRO TODA NISHIMURA FRATURA DE ÓRBITA TIPO “BLOWOUT”: PERFIL EPIDEMIOLÓGICO E DESFECHO CLÍNICO-CIRÚRGICO EM EXPERIÊNCIA PESSOAL SP
10 ELOISIO VALDIR DE ASSIS ROCHA HÁ CORRELAÇÃO ENTRE TIPOS DE TECIDO MAMÁRIO E PTOSE PRÉ-OPERATÓRIA? ESTUDO REALIZADO EM PACIENTES SUBMETIDAS A MAMOPLASTIA REDUTORA SEM IMPLANTE DE SILICONE MG
11 FILIPE FRAINER FUZINATTO IMPLANTE CAPILAR PELA TÉCNICA DE EXTRAÇÃO DE UNIDADES FOLICULARES (FUE): EXPERIÊNCIA PESSOAL RS
12 GUILHERME DO VALLE CASTRO RIBEIRO EXPERIÊNCIA PESSOAL COM A RECONSTRUÇÃO UMBILICAL EM X EM UMA SÉRIE DE 231 ABDOMINOPLASTIAS MG
13 IBTISAM HAMZEH MOHAMMAD HUSEIN SHALABI ANÁLISE DOS RESULTADOS DAS TÉCNICAS DE RECONSTRUÇÃO DE LÁBIO PÓS-RESSECÇÃO TUMORAL EM PACIENTES IDOSOS SP
14 JAIRO JÚNIOR CASALI USO DE SUTURAS PARA TRATAMENTO DA PONTA NASAL RJ
15 JONATHAN AUGUSTO VIDAL DE OLIVEIRA REPOSICIONAMENTO UMBILICAL MODIFICADO PARA CORREÇÃO DO UMBIGO TRISTE PE
16 JOSE LUIZ DE ALMEIDA GUIMARÃES FILHO LIPOASPIRAÇÃO COM SERINGA TÉCNICA DE FOURNIER: EXPERIÊNCIA PESSOAL. PE
17 LAURINDO SATORU SAITO OCIDENTALIZAÇÃO – PADRONIZAÇÃO SP
18 MIREILLE CAMBOIM FERREIRA DERMOLIPECTOMIA ABDOMINAL EM PACIENTES PÓS-BARIÁTRICOS PB
19 NADIA DE ROSSO GIULIANI ANÁLISE DA RESPOSTA INFLAMATÓRIA EM PACIENTES SUBMETIDAS A ABDOMINOPLASTIA PÓS CIRURGIA BARIÁTRICA SP
20 OTTO HUASCKAR MUCHINSKI SAUCEDO COMPARAÇÃO ENTRE A TÉCNICA MISTA E A TÉCNICA CONVENCIONAL DE OTOPLASTIA EM UM HOSPITAL PEDIÁTRICO PR
21 RAFAEL NEVES DE SOUZA RECONSTRUÇÃO NASAL COM RETALHO PARAMEDIANO FRONTAL: EXPERIENCIA PESSOAL PE
22 ROSA MARIA MARQUEZINI CARA O RETALHO DE SISTEMA MÚSCULO APONEURÓTICO SUPERFICIAL (SMAS) ALTO É SEGURO? ESTUDO COMPARATIVO ENTRE AS COMPLICAÇÕES DE RITIDOPLASTIA COM TÉCNICA DE DESCOLAMENTO SUBCUTÂNEO E PLICATURA DO SMAS VERSUS A TÉCNICA DE DESCOLAMENTO SUB-SMAS E RETALHO DE SMAS ALTO. SP
23 RUBEM LUIS LANG STÜMPFLE EXPERIÊNCIA COM RETALHO DERMOGLANDULAR INFERIOR DE LIACYR RIBEIRO EM MASTOPEXIA COM IMPLANTES RS
24 TAINARA CASSOL CIRURGIA PLASTICA INTIMA FEMININA: EXPERIÊNCIA EM 44 CASOS SC
25 THIAGO BEZERRA DE MORAIS QUALIDADE DOS ENSAIOS CLÍNICOS ALEATÓRIOS PUBLICADOS POR CIRURGIÕES PLÁSTICOS: SEGUIMENTO DE LONGO PRAZO PE
26 YONG JIN KIM DERMOLIPECTOMIA ABDOMINAL COM HERNIORRAFIA UMBILICAL EM PACIENTES PÓS-BARIÁTRICOS SP