All Posts By

admin

NOTA À IMPRENSA

By | Nota

Considerando o lamentável incidente em procedimento cirúrgico envolvendo a Sra. L.A., ocorrido, segundo informações veiculadas na imprensa, em 24/janeiro/2021, em Juazeiro do Norte-CE, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, manifesta-se com o que segue:

Solidarizamo-nos com a família enlutada.

O entendimento e orientação da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) é pelo fiel cumprimento de normas e critérios científicos que maximizem a segurança do paciente. A Resolução nº 1711/2003 do Conselho Federal de Medicina pontua com clareza os parâmetros técnicos para realização do procedimento cientificamente reconhecido como lipoaspiração, no arsenal de tratamentos da Cirurgia Plástica, enquanto especialidade médica.

Portanto, no contexto relacionado às boas práticas médicas, prezamos pela formação científica, fiscalizações, educação médica continuada, com destaque ao elevado respeito e segurança do paciente.

De mesmo modo é preciso ponderar que não se pode negar a existência de riscos inerente ao exercício da Medicina, já que o médico trabalha com margens de previsibilidade em terreno conjectural. Ainda que todas as regras da lex arts sejam criteriosamente cumpridas dentro da ética e zelo profissional, insucessos podem ocorrer por fatores imprevisíveis que fogem ao controle do médico e da Medicina.

Entretanto, a análise da conduta profissional, dos fenômenos orgânicos da paciente, somados às condições estruturais na realização do procedimento elencado, é que trarão uma razão de juízo acerca de causas e efeitos de cada caso concreto. Para tanto, órgãos e autoridades oficiais, são investidos de poderes na emissão de pareceres técnicos fundamentados.

Tem-se por óbvio que qualquer pré-julgamento acerca de fatos não comprovados, se trata de mera especulação e exploração sensacionalista de um momento delicado como tal. Isto posto a SBCP REPUDIA os termos apresentados pela Sra. Carla Lemos, em matéria intitulada “Morte de Liliane não é caso isolado: lipoaspiração está matando mulheres”, veiculada eletronicamente na coluna “Mulher sem vergonha”, do Universa/UOL, em 24/janeiro/2021 15h31.

Não obstante, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, aguarda o pronunciamento conclusivo dos órgãos oficiais acerca dos fatos, para que possa se manifestar tecnicamente sobre o ocorrido e, agir no âmbito de suas funções.

São Paulo, 25 de janeiro de 2021.
SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA PLÁSTICA

SBCP solicita a interdição de consultório de dentista de Santa Catarina

By | Notícias

Basta! SBCP solicita a interdição de consultório e instauração de processo ético-profissional contra dentista de Santa Catarina

Por SBCP

A Diretoria da SBCP segue atenta e pronta para novas ações jurídicas contra aqueles que sequer respeitam as resoluções de seus próprios Conselhos (a Resolução 230/2020 do Conselho Federal de Odontologia determinou que dentistas são proibidos de fazer e anunciar procedimentos cirúrgicos alheios à formação superior em Odontologia).

A SBCP judicializou contra o CREFITO-2

By | Destaque

Por SBCP

Processo n° 5001427-40.2021.4.02.5101 em curso à 24ª Vara Federal do Rio de Janeiro. Ação em defesa do ato médico e contra o novo acórdão 20/2020 que dispõe sobre o uso racional de substâncias e/ou medicamentos e procedimentos injetáveis pelo fisioterapeuta.

Seguiremos lutando pela saúde e segurança de cada paciente!

BLOG: Telemedicina e Cirurgia Plástica

By | Notícias

A adoção repentina da Telemedicina traz desafios de longo prazo. Especialistas debatem a legislação atual e oferecem dicas para os cirurgiões plásticos

Uma das transformações causadas pela pandemia de Covid-19 foi colocar a telemedicina em outro patamar. De um recurso utilizado de maneira extraoficial pelos médicos, seu uso virou uma necessidade quase que da noite para o dia. O estudo “Telemedicina e cirurgia plástica durante a pandemia: como o cirurgião plástico brasileiro utilizou teleconsultas e teleaulas”, cujo autor principal é o Dr. Rodolfo Costa Lobato com apoio da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e da Regional São Paulo, trouxe dados importantes sobre o tema. Os coautores do estudo são os cirurgiões plásticos Dr. Pedro Coltro, Dr. André de saúde. “Ainda que em caráter Cervantes, Dr. Rafael Denadai eDra. Maíra Scapolan.

Realizada entre 15 de junho a 8 de julho com a participação de mais de 900 associados da SBCP, a pesquisa mostrou que 43% dos cirurgiões plásticos brasileiros participantes iniciaram o uso da telemedicina, que a dificuldade para exame físico foi o maior limitante da consulta e que também foi a principal causa para aqueles que optaram por não realizar atendimentos via telemedicina. Quanto ao ensino online, mais de 90% dos cirurgiões plásticos têm assistido aulas à distância e pelo menos 70% pretende manter essa rotina.

LER MATÉRIA COMPLETA NO BLOG SBCP

Sanções Disciplinares

By | Nota

Em cumprimento ao artigo 73 do Estatuto da SBCP, que destina ao DEPRO, sempre com assessoria jurídica, instaurar sindicância e processo administrativo, providenciando a coleta de provas, tais como documentos, depoimentos, declarações e tudo mais considerado hábil e pertinente, devendo ao término encaminhá-lo à DIRETORIA NACIONAL, para fixação e aplicação de penalidade, com parecer conclusivo, tudo de acordo com o Regulamento de processo administrativo do DEPRO, a Diretoria Executiva aplica a decisão proferida pelo Departamento de Defesa Profissional (DEPRO). Dessa forma:

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o Dr. CLAUDIO PEREIRA BICUDO – Membro Titular da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 22º);

*****************************************************************************

Fica CENSURADO PUBLICAMENTE (art. 68, II Estatuto SBCP) o Dr. JOSÉ ANTÔNIO ENCINAS BERAMENDI – Membro Titular da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 22º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o Dr. EDGAR ALBERTO LOPEZ CAMPOS– Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração aos arts. 2º e 11º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o GUSTAVO MORAND MERHEB – Membro Titular da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 22º);

*****************************************************************************

Fica CENSURADO PUBLICAMENTE (art. 68, II Estatuto SBCP) o Dr. DANILO ROBERTO DE MORAES FURLAN – Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração aos arts. 2º e 11º);

*****************************************************************************

Fica CENSURADO PUBLICAMENTE (art. 68, II Estatuto SBCP) o Dr. GERMANO ANDRIGHETTO DE LIMA– Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração aos arts. 2º e 11º);

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) a Dra. HELOISE DALL AGO TOMASI MANFRIM – Membro Associada da SBCP (responsabilizado por infração aos arts. 2º e 11º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) ao Dr. CARLOS MORA MANFRIM – Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração aos arts. 2º e 11º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o Dr. LUIZ HENRIQUE BENETTI FAVALI – Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração aos arts. 2º e 11º);

*****************************************************************************

Fica CENSURADO PUBLICAMENTE (art. 68, II Estatuto SBCP) o Dr. JORGE LUIZ VANZELLA SEBA – Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração aos arts. 2º e 11º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o Dr. TIAGO SARMENTO SIMÃO – Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração aos arts. 2º e 11º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o Dr. GUSTAVO DA COSTA MACHADO – Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração aos arts. 2º e 11º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o RICARDO ARAÚJO DE OLIVEIRA – Membro Titular da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 22º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o Dr. Paulo Henrique Amorim Duarte – Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 2º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o Dr.  Moisés de Melo – Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 2º);

*****************************************************************************

Fica CENSURADO PUBLICAMENTE (art. 68, II Estatuto SBCP) o Dr. Alan Landecker – Membro Titular da SBCP (responsabilizado por infração ao art.2º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o Dr. Eduardo Rodrigues da Cunha Ferro – Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 2º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o Dr. Wilian Pires de Oliveira Junior – Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 2º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o Dr. Rogério dos Santos Ramos – Membro Titular da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 2º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o Dr. Felipe Pozzebon Borges – Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 2º);

*****************************************************************************

Fica CENSURADO PUBLICAMENTE (art. 68, II Estatuto SBCP) o Dr. Danillo Bomfim Dalul – Membro Associado da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 2º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) o Dr. Glauco Soares Almeida – Membro Titular da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 2º);

*****************************************************************************

Terá SUSPENSÃO DE DIREITOS E PRERROGATIVAS PELO PERÍODO DE 6 (SEIS) MESES, COM PUBLICAÇÃO EM ÓRGÃO OFICIAL DA SBCP (art. 68, III Estatuto SBCP) a Dra. Viviane Borba Campos – Membro Associada da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 2º);

*****************************************************************************

Fica CENSURADA PUBLICAMENTE (art. 68, II Estatuto SBCP) a Dra. Ana Carolina Macedo – Membro Associada da SBCP (responsabilizado por infração ao art. 2º);

*****************************************************************************

* artigo 2º – É vedado a todo o membro da SBCP exibir na imprensa leiga (jornal, revista, televisão, internet, etc.), vídeos, fotos de pré e pós¬-operatórios de seus pacientes ou outros, ou qualquer menção de imagem, mesmo que possuam autorização expressa do paciente para isso. Incluem-se nessa vedação fotos de partes ou do corpo inteiro do paciente. Também é vedado que o associado faça publicar na imprensa supra descrita foto sua, examinando o paciente.

* Artigo 11º – Nenhum associado da SBCP poderá apresentar na imprensa leiga, internet, ou outros meios publicitários, resultado de cirurgia realizada por ele ou outros profissionais.

* Artigo 22º – É vedado a todo associado da SBCP, participar (como organizador, docente, convidado ou outros) de eventos promovidos com objetivos de fomento de técnicas de cirurgia plástica, fundamentalmente direcionados à médicos ou paramédicos não especialistas pela SBCP, Ministério de Educação e Cultura (MEC) e/ou Associação Médica Brasileira (AMB) em Cirurgia Plástica. Excluem-se do caput deste Artigo, eventos oficiais de Sociedades de Classe (Nacionais e Internacionais) reconhecidas pela AMB e/ou SBCP.

Dra. ANA CAROLINA MACEDO
LER MAIS
Dr. GLAUCO SOARES DE ALMEIDA
LER MAIS
Dr. DANILO BOMFIM DALUL
LER MAIS
Dr. FELIPE POZZEBON BORGES
LER MAIS
Dr. ROGERIO DOS SANTOS RAMOS
LER MAIS
Dra. VIVIANE BORBA CAMPOS
LER MAIS
Dr. RICARDO ARAÚJO DE OLIVEIRA
LER MAIS
Dr. MOISÉS DE MELO
LER MAIS
Dr. PAULO HENRIQUE AMORIM DUARTE
LER MAIS
Dr. JORGE LUIZ VANZELLA SEBA
LER MAIS
Dr. TIAGO SARMENTO SIMÃO
LER MAIS
Dr. GUSTAVO DA COSTA MACHADO
LER MAIS
Dr. CARLOS MORA MANFRIM
LER MAIS
Dra. HELOISE DALL AGO TOMASI MANFRIM
LER MAIS
Dr. LUIZ HENRIQUE BENETTI FAVALI
LER MAIS
Dr. GERMANO ANDRIGHETTO DE LIMA
LER MAIS
Dr. GUSTAVO MORAND MERHEB
LER MAIS
Dr. JOSÉ ANTÔNIO ENCINAS BERAMENDI
LER MAIS
Dr. CLÁUDIO PEREIRA BICUDO
LER MAIS
Dr. DANILO ROBERTO DE MORAES FURLAN
LER MAIS
Dr. EDGAR ALBERTO LOPEZ CAMPOS
LER MAIS
Dr. ALAN LANDECKER
LER MAIS
Dr. EDUARDO RODRIGUES DA CUNHA FERRO
LER MAIS
Dr. WILIAN PIRES DE OLIVEIRA JUNIOR
LER MAIS

Quem deve fazer harmonização facial? Realmente teve aumento de mais de 200%? Entenda

By | Notícias

Harmonização facial é a nova febre em procedimentos estéticos.

De uns meses para cá, várias personalidades exibiram nas redes sociais e na imprensa os resultados do novo visual. Diversas matérias têm sido publicadas na mídia, mas nem todas com informações confiáveis. Em muitas dessas publicações, as fontes que falam sobre harmonização facial não são médicos especialistas. Que profissional deve, afinal, realizar uma harmonização facial?

LER MATÉRIA COMPLETA NO BLOG SBCP

Exame Titular 004/2020

By | Notícias

Exame para Membro Titular 004/2020 – Plataforma Digital

CANDIDATOS APROVADOS TRABALHO UF
1 ADRIANO EVANGELISTA BORGES APLICABILIDADE DO USO DA TÉCNICA DE FISHER NO TRATAMENTO DAS FISSURAS LABIAIS UNILATERAIS DF
2 ALEXANDRA DE SOUZA MARCONDES REZENDE TRATAMENTO DE ORELHA EM ABANO COM A TÉCNICA DE OTOPLASTIA FECHADA DESCRITA POR ALEXANDRE MARCONDES REZENDE MG
3 ALVARO CESAR BOGACZ ÓXIDO NÍTRICO COMO MONITOR DO ESTRESSE OXIDATIVO EM RETALHOS RANDOMICOS ISQUEMICOS NO RATO PR
4 BRUNO GUILHERME ZAMPIRI DE PIERI INFLUÊNCIA DE FATORES PERIOPERATÓRIOS NA SOBREVIDA E PERDA DO RETALHO DOS PACIENTES COM CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO SUBMETIDOS À RECONSTRUÇÃO COM RETALHOS MICROCIRÚRGICOS PR
5 BRUNO JOSE DA COSTA ALCANTARA DESENVOLVIMENTO DE BIOMATERIAL POR MEIO DE ELECTROSPINNING COAXIAL A FIM DE FORMAR UM SUBSTITUTO CUTÂNEO PARA PELE HUMANA RS
6 CAMILA GARCIA SOMMER REPARAÇÃO DE TRAUMAS DE MÃO: MANEJO E ESTUDO EPIDEMIOLÓGICO SP
7 CARLOS HENRIQUE CHIRNEV FELICIO ANÁLISE RETROSPECTIVA DE RETALHOS PERFURANTES “PROPELLER”: SÉRIE DE 24 CASOS SP
8 DJALMA MARTINS LIMA GRAU DE SATISFAÇÃO DOS PACIENTES NO TRATAMENTO CIRÚRGICO DE TUMORES CUTÂNEOS MALIGNOS DA FACE DF
9 FRANCISCO CARLOS CAMILLO PLANO INTRAMUSCULAR PARA MAMOPLASTIA DE AUMENTO COM IMPLANTE DE SILICONE PR
10 GUILHERME BRACCO GRAZIOSI RECONSTRUÇÃO DE MAMA TARDIA COM RETALHO LATÍSSIMO DO DORSO ASSOCIADO A IMPLANTE DE SILICONE RJ
11 GUILHERME SANTOS BRITO RETALHO SURAL DE FLUXO REVERSO: EXPERIÊNCIA PESSOAL NA CIRURGIA DE RECONSTRUÇÃO DE MEMBROS INFERIORES BA
12 JONAS ERALDO DE LIMA JUNIOR AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA E FONOAUDIOLÓGICA DOS PACIENTES PORTADORES DE FISSURA LABIOPALATINA SUBMETIDOS À PALATOPLASTIA NA IDADE ADULTA TO
13 LUIZ FERNANDO DE PINHO MIRANDA MASTOPEXIA ASSOCIADA À INCLUSÃO DE IMPLANTE MAMÁRIO DE SILICONE REVESTIDO DE POLIURETANO: UMA NOVA ABORDAGEM CIRÚRGICA RJ
14 MARCO TULIO RIBEIRO PEIXOTO FERREIRA TÉCNICA DE NEO-ONFALOPLASTIA COM INCISÃO EM X ASSOCIADA À LIPOENXERTIA PERIUMBILICAL MG
15 MARCONI DELMIRO NEVES DA SILVA PALATOPLASTIA PELA TÉCNICA DE SOMMERLAD SEM O USO DE MICROSCÓPIO: EXPERIÊNCIA E RESULTADOS OBTIDOS EM 65 CASOS OPERADOS DF
16 SILVIA CARMEN DA SILVA GONCALVES TEFILLI ENXERTO DE GORDURA HUMANA EM SUTURAS DE PELE DE RATOS:AVALIAÇÃO DA INTENSIDADE DE FIBROSE E DA NEOVASCULARIZAÇÃO PR
17 TELMA VIDOTTO DE SOUZA BROSCO SISTEMA DE CLASSIFICAÇÃO BROSCO-DUTKA PARA FÍSTULAS DE PALATO SP
18 VANESSA GAISSLER DERMOLIPECTOMIA ABDOMINAL PÓS-BARIÁTRICA: PERFIL EPIDEMIOLÓGICO, EVOLUÇÃO TÉCNICA E PREDITORES DE COMPLICAÇÕES EM UMA COORTE OPERADA EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO RS
19 VINICIUS GARRIDO GUIMARAES TORACOBRAQUIOPLASTIA E CONTORNO CORPORAL SUPERIOR RJ

Dia do Cirurgião Plástico

By | Destaque | Nenhum comentário

A SBCP parabeniza cada cirurgião plástico pelo seu dia e pelo empenho em levar o melhor da ciência para contribuir com a reconstrução funcional e autoestima de tantos brasileiros. Clique na imagem e assista ao vídeo que a SBCP preparou em homenagem a todos esses especialistas e aos seus 72 anos.

O que é bichectomia e por que médicos temem sua “banalização” impulsionada por celebridades

By | Notícias

Por Imma Gil, BBC News Mundo

A bichectomia, uma cirurgia irreversível, é moda entre muitas mulheres jovens em busca de maçãs do rosto ultraesculpidas. As redes sociais estão repletas de fotos de antes e depois de celebridades que supostamente passaram por bichectomia.

O visual de maçãs do rosto ultra-esculpidas está na moda há anos, mas as selfies e a cultura dos influenciadores nas redes sociais deram um impulso sem precedentes a essa cirurgia, conhecida e praticada há décadas.

Estamos falando de bichectomia, ou remoção das bolas de Bichat (bolsas de tecido adiposo que todos temos nas bochechas). “Há alguns anos está na moda entre as jovens de 20, 25 anos”, afirmou à BBC News Mundo, o serviço em espanhol da BBC, a médica Ainhoa Placer, da Sociedade Espanhola de Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética.

É uma tendência notada por especialistas de vários países, embora seja difícil obter números.O objetivo estético desse procedimento é afinar o rosto e marcar mais as maçãs. Embora seja uma cirurgia relativamente simples e pouco invasiva, alguns especialistas alertam que há uma certa “banalização” do seu uso e que a operação é mais complexa do que muitas clínicas de medicina estética querem mostrar.

Além disso, muitos especialistas questionam o procedimento estético se o paciente não tem rosto excessivamente arredondado: no curto prazo pode ser eficaz para marcar mais as maçãs do rosto, mas em longo prazo pode causar uma aparência de envelhecimento precoce. “Pessoalmente, não sou muito favorável à realização desta cirurgia”, disse Placer.

Absorver impacto

Você sabe por que temos essas bolsas de gordura em nossas bochechas? As bolas de Bichat são bolsas de tecido adiposo que se encontram em uma camada profunda da face, sob as maçãs do rosto e entre os músculos masseter e bucinador.

Eles atuam como uma espécie de almofada ou amortecedor entre os músculos faciais que, entre outras coisas, participam dos movimentos de mastigação (e da amamentação nos recém-nascidos).

Essas bolsas têm o nome do anatomista francês que as identificou no final do século 18, Xavier Bichat. O tamanho e volume variam de pessoa para pessoa devido a razões genéticas, e podem dar ao rosto uma aparência arredondada que não tem nada a ver com excesso de peso.

Embora não cumpram uma função estrutural em nosso rosto, sua localização está intimamente ligada a uma área delicada da face, próxima a várias terminações do nervo facial, o ducto parotídeo, por onde a saliva circula da glândula parótida para a boca, e dos principais vasos sanguíneos da face.

Especialistas em cirurgia odontológica e reconstrutiva utilizam as bolas de Bichat há décadas como mais um recurso em seu repertório de técnicas cirúrgicas. Mas o interesse nos últimos anos em sua remoção é puramente estético e, de acordo com Placer, vem principalmente de mulheres jovens, que não têm necessariamente bochechas desproporcionalmente grandes ou rostos excessivamente arredondados.

Não é tão simples

A remoção é feita por meio de uma incisão de um ou dois centímetros de comprimento no interior da boca, na altura dos molares superiores, em operação que, dependendo da experiência do cirurgião, pode levar menos de uma hora e é geralmente realizada sob anestesia local. As clínicas de estética que promovem esta cirurgia destacam que é um procedimento rápido, minimamente invasivo, com pós-operatório fácil, resultados permanentes e sem cicatrizes externas.

Elas vendem um sonho estético: transformar de forma fácil e rápida (e relativamente acessível, em torno de US$ 1.500 dependendo do país), um rosto arredondado e sem definição em um rosto mais fino e estilizado, com maçãs do rosto acentuadas.

Pode ser muito tentador, mas “não é tão simples quanto parece”. Essa é a mensagem de uma campanha informativa que a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica promoveu nas redes sociais em 2019, especificamente para prevenir problemas associados às bichectomias.

Além das possíveis complicações associadas a qualquer cirurgia, como sangramento ou infecção, os principais riscos de uma bichectomia de baixa qualidade são possíveis lesões no nervo facial ou secção acidental do ducto salivar.

Uma lesão grave no nervo facial, por exemplo, pode levar à perda irreversível de movimento da face. É por isso que as associações de profissionais da Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética de vários países insistem que é essencial procurar um médico especialista qualificado e bem treinado para realizar essas operações.

Fonte: VivaBem/UOL

Leia a matéria completa em: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/bbc/2020/10/15/o-que-e-bichectomia-e-por-que-medicos-temem-sua-banalizacao-impulsionada-por-celebridades.htm