Category

Nota

SBCP alerta: somente médicos especialistas estão habilitados a realizar procedimentos estéticos e em locais apropriados

By | Nota

Com base nos últimos acontecimentos, envolvendo óbitos de pessoas que passaram por procedimentos estéticos com médicos não especialistas em cirurgia plástica e em locais inadequados, a Sociedade Brasileira de Cirurgia
Plástica esclarece que medicina estética e congêneres não são especialidades médicas reconhecidas pelas entidades representativas dos médicos como a Associação Médica Brasileira (AMB) e Conselho Federal de Medicina (CFM).

Desde 2016, com a alarmante invasão da especialidade não apenas por médicos não especialistas como por não médicos, a SBCP criou o Projeto Nacional de Defesa da Especialidade, que, desde então, segue judicializando contra
profissionais que realizam procedimentos invasivos à especialidade, assim como denunciando na justiça práticas realizadas por estes não especialistas e que colocam muitas vidas em risco, resultando em casos como os noticiados nos últimos dias. A SBCP objetiva determinadamente a excelência ética e científica da Cirurgia Plástica, em prol da segurança da população.

O Título de Especialista em cirurgia plástica assegura a qualificação e formação científica do médico (por meio de mínimo 11 anos de estudo, treinamento e aperfeiçoamento), chancelados por órgãos oficiais (Conselho Federal de Medicina, Associação Médica Brasileira, Ministério da Educação e SBCP).

Procedimentos estéticos invasivos ou cosmiátricos, devem ser realizados com indicação médica (médicos especialistas em Dermatologia e Cirurgia Plástica).

Diretoria Executiva
Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

SBCP lamenta morte de paciente que fez procedimento estético com médico não especialista e em local inadequado em Cirurgia Plástica

By | Nota

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) lamenta por mais um óbito de paciente que realizou um procedimento estético com um não especialista e em local inadequado. A bancária Lilian Calixto, 46 anos, morreu no último domingo, 15, após complicações de um tratamento estético. Além de não ter formação em cirurgia plástica, o médico realizou o procedimento em sua residência, o que é proibido.

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica repudia e reprova procedimentos médicos na área, realizados por não especialistas, e sobretudo nestes moldes. A crescente invasão da especialidade por não especialistas tem promovido cada vez mais casos de insucesso e fatais como este.

A SBCP disponibiliza em seu site, Facebook, e-mail ou telefone, uma consulta para saber se o médico é ou não credenciado pela Sociedade para realizar uma cirurgia plástica.

A formação do cirurgião plástico é diferenciada, uma vez uma vez que ele deve obrigatoriamente, após os 6 anos da graduação em medicina, passar pela formação de cirurgião geral (2 anos) antes de cumprir mais 3 anos em cirurgia plástica, somando no mínimo 11 anos de formação.

Além disso, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica tem alertado reiteradamente a população sobre os riscos dos procedimentos que envolvem PMMA. A SBCP aguarda por decisões judiciais que possam definitivamente impedir que profissionais médicos e não médicos sem especialização em cirurgia plástica realizem procedimentos sem qualificação.

DIRETORIA EXECUTIVA
SOCIEDADE BRASILEIRA DE CIRURGIA PLÁSTICA

Premiando a Inovação e Criatividade Cirúrgica

By | Nota

Dando continuidade ao sucesso da sessão “Premiando a Criatividade Cirúrgica” e procurando manter o incentivo à inovação científica, convidamos os colegas a enviarem seu resumo para este momento no 55º Congresso Brasileiro em Recife até 30 de agosto.

O resumo deverá conter uma descrição breve da “dica” ou conduta que o colega adota em seu consultório ou cirurgia e que de alguma forma beneficia o resultado ou bem-estar do paciente ou mesmo do cirurgião, antes, durante ou depois da cirurgia.

Não se trata de uma técnica cirúrgica e sim de uma dica “pulo do gato”.

Os resumos deverão ser enviados em word para o e-mail: dec-nacional@cirurgiaplastica.org.br e os 15 selecionados terão 4 minutos para exposição em sessão plenária durante o congresso no dia 17 de novembro – sábado das 17 às 18h30.

O conteúdo da “dica” deverá ser mantido em sigilo e esta será revelada pelo autor, somente no momento de sua apresentação.

Teremos um corpo de jurados que elegerão a melhor dica, levando em conta a inovação e a criatividade. O mesmo não poderá ser contatado antecipadamente pelos candidatos.

Poderão participar Membros Titulares, Especialistas mesmo que já estejam participando da grade científica.

Esperamos a participação de todos, mandando sua dica ou prestigiando este momento do Congresso Brasileiro em Recife.

Prazo de envio
De 2 de julho, 2018 – segunda-feira
Até 30 de agosto, 2018 – sexta-feira
Forma de envio
dec-nacional@cirurgiaplastica.org.br
Formato Word com 20 linhas
Especificar o nome do autor e email
Quem pode participar
Membros titulares e especialistas,
mesmo já estando na grade científica.