Category

Notícias

Época em que mais ocorrem acidentes com queimaduras, presidente da SBCP alerta sobre falta bancos de pele no país

By | Notícias

Por SBCP

Em junho, com as festividades juninas e tradições de queima de fogos e fogueiras, aumentam os casos de queimaduras no país. Quando a área queimada é muito grande e não é possível utilizar a pele do próprio paciente (autoenxerto), realiza-se o transplante de pele (aloenxerto), caso exista essa possibilidade. Isso porque o Brasil conta com apenas quatro deles: Porto Alegre, Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro e o estoque não é suficiente para atender a demanda nacional.

O Dr. Níveo Steffen, presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e autor do livro “Manual Para Implantação de Banco de Pele Humana no Brasil”, afirma que o número de Bancos de Tecidos Pele no Brasil é muito pequeno e, considerando o baixo valor dos aloenxertos, “Seria muito importante que novos Bancos de Pele fossem abertos em todos os Estados da Federação, o que determinaria uma melhora significativa ao atendimento de pacientes queimados, minimizando o sofrimento e o quadro de dor, proporcionando em casos graves a manutenção da vida”, explica.

Realizado em casos de queimaduras graves, o transplante de pele pode ser decisivo para a sobrevivência do paciente. De acordo com o Ministério da Saúde, em 2017 a estatística anual de queimaduras era de aproximadamente um milhão. Em muitos desses casos, as vítimas são crianças com até 14 anos.

COMO É REALIZADO O TRANSPLANTE DE PELE?

O tecido aplicado no paciente funciona como um curativo biológico. Após a retirada da pele lesada (desbridamento) é realizado o transplante que irá substituir os tecidos carbonizados e mortos que foram retirados. “Essa nova pele proporciona alívio da dor e melhora clínica do paciente”, afirma Steffen. Em aproximadamente duas semanas, essa pele transplantada será eliminada pelo organismo, mas, neste estágio, já é possível utilizar a pele do próprio paciente para a cobertura das áreas queimadas.

CASOS HISTÓRICOS

Em 1961, em um dos maiores incêndios já ocorridos no Brasil, do Gran Circo Norte-Americano, em Niterói, o Brasil contava apenas com um Banco de Pele em São Paulo, da Unidade de Queimaduras do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Todo o estoque foi enviado para o atendimento das vítimas, mas não foi suficiente e a maioria da pele transplantada veio dos Estados Unidos.

Em 2013, o Banco de Tecidos da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, RS, fundado em 2005, foi fundamental para o atendimento das centenas de queimados em um incêndio na Boate Kiss, em Santa Maria. Esse mesmo Banco enviou peles para o tratamento das vítimas do incêndio em uma creche de Janaúba, Minas Gerais, em 2017, que deixou 13 mortos e mais de 40 feridos.

SOBRE A SBCP

A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica foi fundada em 1948, em São Paulo, com o objetivo de promover e aprimorar o estudo da cirurgia plástica no Brasil. Hoje, a SBCP é composta por aproximadamente 6.500 cirurgiões plásticos, entre titulares, associados e aspirantes a membros. Presente em todo o País, a SBCP possui regionais em 19 capitais do País promovendo o avanço da especialidade em jornadas, simpósios e Congressos, estimulando a pesquisa científica e sua publicação para promover o intercâmbio entre especialistas brasileiros e estrangeiros, pautados na densidade científica sempre em busca da segurança do paciente.

INFORMAÇÕES A IMPRENSA
DECOM – SBCP

Raul Kury – (11) 99882-9039 – imprensa@cirurgiaplastica.org.br
Diego Garcia – (11) 96852-0217 – diego@cirurgiaplastica.org.br

BLOG: O diferencial competitivo será cocriar uma experiência única para o cliente paciente

By | Notícias

Uma das maiores operadoras de saúde do Brasil, anunciou no mês passado, que iria descredenciar alguns hospitais de sua rede de atendimentos. Dentre esses hospitais estariam os mais renomados do país.

O que muitos podem pensar é que o motivo dessa descredenciamento seria devido unicamente à problemas ou questões relacionadas ao resultado do serviço prestado. A questão é muito mais profunda e reflete um momento de mudança de mindset e de paradigma. Uma disruptura dos modelos de remuneração do sistema atual.

BLOG: Campanha de São João – Conscientização e prevenção de queimaduras

By | Notícias

A cirurgia reparadora representa papel fundamental no tratamento de queimados. O cirurgião plástico realiza desde pequenos curativos até tratamentos mais complexos como enxertos e transplantes de pele. A área de queimaduras é tão ampla e abrangente, que a SBCP possui um Capítulo totalmente dedicado ao aprofundamento do estudo de técnicas e tratamentos e sempre contempla o atendimento aos queimados nas ações humanitárias que realiza durante todo o ano, em diversas cidades do País.

LER MATÉRIA COMPLETA NO BLOG SBCP

BLOG: Obesidade é como um câncer

By | Notícias

“Um trabalho totalmente linear.” É dessa maneira que o presidente da International Federation for the Surgery of Obesity and Metabolic Disorders (IFSO), Almino Cardoso Ramos, faz um paralelo entre o trabalho do cirurgião bariátrico e do cirurgião plástico. O especialista recebeu a Plastiko´s em seu consultório e defendeu que o tratamento da doença crônica seja realizado de forma multidisciplinar e que a cirurgia plástica pós-bariátrica não pode, em hipótese alguma, ser confundida com uma cirurgia plástica estética. “Ela é reparadora, porque se dedica ao reparo das sequelas após um emagrecimento acentuado”, afirma o médico, ao defender a imediata cobertura dos planos de saúde e atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS) para esses pacientes.

LER MATÉRIA COMPLETA NO BLOG SBCP

BLOG: Pós-bariátrica em foco

By | Notícias

Era início dos anos 1990, o avanço tecnológico da cirurgia plástica se consolidava e o mundo via a obesidade se estabelecer como uma epidemia globalizada, com o Brasil ocupando uma das posições de liderança nessa indesejada lista. Foi em meio a esse cenário que a cirurgia plástica pós-bariátrica ganhou força e atraiu a atenção de especialistas do País inteiro, que lotaram a sala, até com cirurgiões sentados no chão, do primeiro curso do Capítulo de Pós-Bariátrica, no 42º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica, realizado em 2005, em Belo Horizonte (MG). Um procedimento que sequer existia há 30 anos dominou a especialidade na última década do século 20 e foi pano de fundo para a evolução técnica dos cirurgiões brasileiros, que tinham nas mãos a importante missão de devolver a autoestima para pacientes recém-submetidos à cirurgia bariátrica.

Os anos se passaram e a obesidade se agravou, tornando-se um dos maiores problemas de saúde pública do planeta: a Organização Mundial da Saúde (OMS) projeta que, em 2025, cerca de 2,3 bilhões de adultos estarão com sobrepeso no mundo (hoje, mais de 700 milhões de pessoas estão obesas). A estimativa leva em conta que, somente em 2017, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), 105.642 cirurgias bariátricas foram realizadas em todo o território nacional. O cálculo da demanda considera que o paciente, após ser submetido à bariátrica, precisa fazer, em média, duas cirurgias pós-bariátricas. Uma demanda que chega a 200 mil operações por ano em todo o País. Se feita uma proporção, esses números gerariam uma demanda de aproximadamente 550 cirurgias plásticas pós-bariátricas por dia no Brasil.

LER MATÉRIA COMPLETA NO BLOG SBCP

BLOG: Dr. Fahd Benslimane participa da 35ª Jornada Sul Brasileira

By | Notícias

De passagem rápida pelo Brasil, o Dr. Fahd Benslimane, do Marrocos, foi um dos destaques do primeiro dia da 35ª Jornada Sul Brasileira de Cirurgia Plástica, realizada nos dias 25, 26 e 27 em Curitiba, PR. Se formou em Cirurgia Plástica no Rio de Janeiro com o Dr. Ivo Pitanguy, de 1989 a 1991, e já esteve outras vezes no Brasil para realizar palestras, trocar experiências com colegas brasileiros e apresentar seus estudos.

LER MATÉRIA COMPLETA NO BLOG SBCP

BLOG: Residência de Excelência

By | Notícias

Foi por ter se identificado com os professores da disciplina de cirurgia plástica quando ainda era residente na especialidade de cirurgia geral em Cuiabá, em Mato Grosso, onde nasceu, que a médica Caroline Silva Costa de Almeida, de 27 anos, optou por fazer a residência médica (RM) em cirurgia plástica. “No decorrer da RM em cirurgia geral [obrigatória para fazer a residência em cirurgia plástica], comecei a perceber que a cirurgia plástica era uma área ampla e mais encantadora do que eu imaginava”, conta a médica, que atualmente é residente no Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

LER MATÉRIA COMPLETA NO BLOG SBCP

BLOG: A história se mantém viva

By | Notícias

Em 7 de dezembro de 1948, José Rebello Netto, Antonio Prudente e outros 10 grandes nomes da cirurgia plástica brasileira assinaram a ata de fundação da SBCP. Começava ali oficialmente a história da especialidade no País e lá se vão 70 anos ajudando a fazer a cirurgia plástica brasileira referência no cenário internacional.

O curioso, no entanto, é que o início da cirurgia plástica no Brasil é bem anterior ao da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. “De certa forma, o Brasil já possuía uma hegemonia no âmbito da cirurgia plástica na América do Sul, já que tanto Antonio Prudente quanto Rebello Netto circulavam no universo da cirurgia plástica mundial. De modo bem objetivo, a SBCP surge essencialmente para suprir uma falta pontual e institucionalizar a especialidade”, explica o curador do Museu Ivo Pitanguy, Fernando Gomes.

LER MATÉRIA COMPLETA NO BLOG SBCP

Comissão de Prêmios da SBCP e os vencedores do 55º CBCP

By | Notícias

No 55º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica, realizado em 2018, assistimos de fato ao resultado do trabalho dos membros da Comissão de Prêmios da SBCP.

Por Lydia Masako Ferreira, coordenadora da Comissão de Prêmios da SBCP

O trabalho dessa Comissão se iniciou em 14 de novembro, por meio de uma reunião na Sala Jaboatão – Centro de Convenções de Pernambuco, com todos os membros para expor como seriam as atividades nos dias subsequentes, enfatizar a responsabilidade, imparcialidade, seriedade e uniformização de critérios de avaliação, o que tem sido a tônica dessa Comissão.

No dia seguinte, 15, com todos os membros da Comissão presentes, às 8h foi iniciada a apresentação dos trabalhos selecionados previamente. Vinte e três trabalhos foram apresentados até as 18h, seguido de reunião para averiguação das notas, classificação e seleção dos trabalhos aos diversos prêmios.

Na manhã do dia 16, até as 10h30, a sessão da Comissão de Prêmios foi privilegiada com a apresentação dos trabalhos premiados em 2017; foi convidado o coordenador dessa Comissão do biênio passado, mas, infelizmente, ele não pôde comparecer.

DRA. ALICE FISCHER – RS
Trabalho: GLICEMIA CAPILAR BAIXA COMO PREDITOR DE COMPLICAÇÕES ISQUÊMICAS NO CAM PÓS-MAMOPLASTIA
Prêmio Georges Arié

DANIEL AUGUSTO DOS SANTOS SOARES – PA
Trabalho: MENSURAÇÃO DOS PARÂMETROS PRESSÓRICOS PULMONAR E INTRA-ABDOMINAL EM PTS SUBMETIDOS A LIPOABDOMINOPLASTIA
Prêmio Antonio Pinheiro

IVAN DE REZENDE ALMEIDA – SP
Trabalho: AVALIAÇÃO DE CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS E BIOMECÂNICAS DE CICATRIZES COMPARANDO MATRIZES DÉRMICAS EM SEQUELAS DE QUEIMADURA
Prêmio Raul Couto Sucena

DRA. IVY DANTAS DE MELO E SILVA – RJ
Trabalho: TRATAMENTO DE FENDA LABIAL UNILATERAL PELA TÉCNICA DE FISHER: AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS
Prêmio Nemer Chidid

JOIR LIMA DE OLIVEIRA JUNIOR – BA
Trabalho: AVALIAÇÃO DO LACTATO COMO PREDITOR DE MORTALIDADE EM PACIENTES VÍTIMAS DE QUEIMADURA INTERNADOS NA UNIDADE DE ALTA COMPLEXIDADE DO CENTRO DE TRATAMENTO DE QUEIMADOS DO HOSPITAL GERAL DO ESTADO DA BAHIA
Prêmio Roberto Correa Chem

RAFAEL DENADAI PIGOZZI DA SILVA – SP
Trabalho: SENSIBILIDADE CUTÂNEA APÓS A RECONSTRUÇÃO TOTAL DE ORELHA COM CARTILAGEM COSTAL AUTÓGENA EM PACIENTES COM MICROTIA
Prêmio Sílvio Zanini

RAFAEL DENADAI PIGOZZI DA SILVA – SP
Trabalho: ENXERTO AUTÓGENO DE GORDURA NA PAREDE POSTERIOR DA FARINGE É EFETIVO NO TRATAMENTO DOS DISTÚRBIOS DE FALA EM PACIENTES COM INSUFICIÊNCIA VELOFARÍNGEA
Prêmio Ivo Pitanguy

RODOLFO LOBATO – SP
Trabalho: COMPLICAÇÕES E FATORES DE RISCO NA UTILIZAÇÃO DE EXPANSORES TECIDUAIS: A EXPERIÊNCIA DE 15 ANOS DO HC-FMUSP
Prêmio Victor Spina

DRA. THAIS MIGUEL DO MONTE LAMEIRO – SP
Trabalho: ESTUDO COMPARATIVO ENTRE PROPRANOLOL E OLEATO DE ETANOLAMINA NO TRATAMENTO DO HEMANGIOMA INFANTIL
Prêmio Antônio Prudente

VICTOR RODAMILANS SANJUAN – BA
Trabalho: EFEITO DA NICOTINA NA INDUÇÃO DE ISQUEMIA EM RETALHOS: ESTUDO UTILIZANDO MODELO ANIMAL
Prêmio Evaldo D´Assumpção

Muitos dos premiados estavam acompanhados com o chefe do serviço, o que engrandeceu a sessão e os premiados.

Na mesma data, às 11h, houve a sessão solene da entrega dos Prêmios 2018 no Teatro Beberibe – Centro de Convenções de Pernambuco, com a presença marcante e incentivadora do presidente da SBCP, Níveo Steffen.

Inicialmente, foi explanada a forma e os critérios de avaliação dos Prêmios, a lisura, o comprometimento, a seriedade e a imparcialidade dos membros da Comissão, e foi realizado um agradecimento efusivo da coordenadora dessa Comissão a todos os membros nominalmente.

A cada Prêmio, a Profa. Dra. Lydia Masako Ferreira, coordenadora da Comissão, solicitava ao patrocinador e ao responsável do serviço, coordenador da Comissão de Especialista ou à Comissão de Membro Titular, juntamente com um dos membros da Comissão, para realizar a entrega formal do Prêmio.

 


Lista dos premiados com os melhores trabalhos científicos SBCP – 2018



PRÊMIO INTERNACIONAL SHRINERS
PATROCINADOR SHRINERS: Chamados os Drs. Pedro Martins e José Octavio Gonçalves de Freitas para suas palavras a respeito do Prêmio e sua entrega.
Premio: Passagem, hospedagem e um mês de estágio em hospital nos EUA parceiro Shriners

 1º lugar
Autor: Guilherme Luis Zanco – Residente
Trabalho: Avanço frontofacial em monobloco com distração em pacientes com cranioestenoses sindrômicas: uma avaliação cefalométrica longitudinal
Serviço de Cirurgia Plástica Professor Dr. Cassio Menezes Raposo do Amaral – SOBRAPAR
Regente: Celso Luiz Buzzo

Guilherme Luis Zanco – Residente

2º lugar
Autor: Thiago Antonio Calado – Residente
Trabalho: Volume aéreo retropalatal e retrolingual após expansão rápida de maxila assistida cirurgicamente, uma comparação entre duas técnicas cirúrgicas – ensaio clínico randomizado
Serviço: Disciplina de Cirurgia Plástica da Unifesp / Escola Paulista de Medicina
Regente: Lydia Masako Ferreira

Thiago Antonio Calado

PRÊMIO IVO PITANGUY
Ao primeiro melhor trabalho científico sobre qualquer tema de cirurgia plástica, apresentado no Congresso Brasileiro
PATROCINADOR LIFESIL – Representante: Tiago Germano
Prêmio: um par de implantes e uma inscrição para o 56º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica

Autora: Thais Miguel do Monte Lameiro – Residente
Trabalho: Avaliação de função de mãos em pacientes com síndrome de Apert após correção de sindactilia
Serviço de Cirurgia Plástica Professor Dr. Cassio Menezes Raposo do Amaral – SOBRAPAR
Regente: Celso Luiz Buzzo

Dra. Thais Miguel do Monte Lameiro

PRÊMIO ANTÔNIO PRUDENTE
Segundo melhor trabalho científico sobre qualquer tema de cirurgia plástica, apresentado no Congresso Brasileiro
PATROCINADOR: MOTIVA – Representante: Mariana Bonatto
Prêmio: um par de implantes round e uma inscrição para o 56º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica

Autor membro titular da SBCP: Edson Batista de Lim
Trabalho: Análise histológica dos efeitos do montelucaste de sódio na formação da cápsula em torno de implantes de silicone em ratos

Dr. Edson Batista de Lima

MENÇÃO HONROSA
Terceiro melhor trabalho científico, sobre qualquer tema de cirurgia plástica, apresentado no Congresso Brasileiro

Autora membro associada da SBCP: Fernanda Bianco Correa
Trabalho: Estudo prospectivo, randomizado e controlado comparando a contração tardia do enxerto cutâneo de espessura parcial entre três matrizes dérmicas no tratamento de sequelas de queimadura

Dra. Fernanda Bianco Correa

PRÊMIO RAUL COUTO SUCENA
Ao melhor trabalho sobre queimaduras, apresentado por membro titular, associado ou aspirante a membro
POLYTECH – Representante: Nancy Rangel
Prêmio: um par de implantes e uma inscrição para o 56º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica

Autor membro associado da SBCP: Adson Andrade de Figueiredo – BA
Trabalho: Avaliação da regra dos noves, Lund Browder e análise digital de imagens para a estimativa de superfície corpórea queimada

Dr. Adson Andrade de Figueredo

PRÊMIO SILVIO ZANINI
Ao melhor trabalho sobre cirurgia craniomaxilofacial, apresentado por membro titular, associado ou aspirante a membro

Autora: Bruna Ferreira Bernert – Residente
Trabalho: Teratoma congênito da cavidade oral – maior série de casos da literatura
Serviço: Universidade Federal do Paraná
Regente: Renato Freitas, representado por Alfredo Duarte

Dra. Bruna Ferreira Bernert

PRÊMIO VICTOR SPINA
Ao melhor trabalho apresentado por residentes de serviços credenciado
PATROCINADOR: EUROSILICONE – Representante: Marcelo Morkoski
Prêmio: um par de prótese e uma inscrição para o 56º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica

Autor: João Carlos Pereira Filho – Residente
Trabalho: Suspensão frontal com enxerto de fáscia lata para o tratamento da blefaroptose congênita: um estudo fotogramétrico prospectivo
Serviço de Cirurgia Plástica Professor Dr. Cassio Menezes Raposo do Amaral – SOBRAPAR
Regente: Celso Luiz Buzzo

Dr. João Carlos Pereira Filho

PRÊMIO CORREA CHEM
Ao melhor trabalho sobre pesquisa clínica e laboratorial, apresentado por membro titular, associado ou aspirante a membro

Autor membro titular da SBCP – Juan Carlos Montano Pedroso
Trabalho: Ferro por via endovenosa versus via oral na recuperação das variáveis hematológicas e qualidade de vida após a abdominoplastia pós-bariátrica: ensaio clínico randomizado

Dr. Juan Carlos Montano Pedroso

PRÊMIO GEORGE ARIÉ
Ao melhor trabalho sobre cirurgia plástica da mama, apresentado por membro titular, associado ou aspirante a membro

Autor: Felipe Rosas Homem – Residente
Trabalho: O impacto da mamoplastia redutora no aleitamento materno nas pacientes operadas no Hospital da PUC-Campinas
Serviço: Hospital Universitário Celso Pierro – PUC-Campinas
Regente: José Carlos Marques de Faria

Dr. Felipe Rosas Homem – Dra. Andressa Cristina Varone representando o regente

PRÊMIO JUSSARA PERSONELLE
Ao melhor trabalho sobre cirurgia não invasiva e laser, apresentado por membro titular, associado ou aspirante a membro

Autor: Wellington Menezes Mota – Residente
Trabalho: Tratamento da paralisia facial pós-ritidoplastia com toxina botulínica tipo A
Serviço de Cirurgia Plástica da Faculdade de Medicina da USP
Regente: Henri Friedhofer

Dr. Wellington Menezes Mota

Prêmio Nemer Chidid
Ao melhor trabalho apresentado no exame para ascensão a membro titular
Presença do Dr. Benjamim Gomes, coordenador da Comissão para Ascensão a Membro Titular SBCP e de todos os membros dessa Comissão para a entrega do Prêmio, o que incentivou e deu destaque à premiação

 

Autora: Cristina Pires Camargo
1º lugar
Trabalho:
O efeito da toxina botulínica tipo A sobre a viabilidade de retalhos ao acaso no dorso de ratos sadios, diabéticos e expostos à fumaça de cigarro

Autor: Matheus Zamignan Manica
2º lugar
Trabalho:
Refinamentos estéticos na aparência da vulva na cirurgia de adequação genital

Autor: Cristiano Ricardo de Abreu
3º lugar
Trabalho:
Avaliação de implantes de silicone com superfície lisa, texturizada e de poliuretano em cavidades evisceradas de coelhos

Comissão Titular

Dr. Cristiano Ricardo de Abreu – 3º lugar

Prêmio Farid Hakme
Ao 1º colocado no concurso para obtenção do título de especialista
Maior distinção foi dada a esse Prêmio com a presença do Dr. Farid Hakme, que pessoalmente entregou a premiação
PATROCINADOR: EUROSILICONE – PATROCINADOR SILIMED – Representante: Rubens Slavisk
Prêmio: uma inscrição para o 56º Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica

 

1º lugar: Márcio Henrique Lima Resende
Clínica de Cirurgia Plástica do Hospital Felício Rocho
Regente: Sérgio Moreira da Costa

Dr. Márcio Henrique Lima Resende

2º lugar: Flávia Modelli Viana
Disciplina de Cirurgia Plástica da Unifesp / Escola Paulista de Medicina
Regente: Lydia Masako Ferreira

Dra. Flávia Modelli Viana

3º lugar: Marcelo Lima Portocarrero – SP
Serviço de Cirurgia Plástica da Faculdade de Medicina da USP
Regente: Henri Friedhofer

Dr. Marcelo Lima Portocarrero

E, pela primeira vez, a Comissão de Prêmios, auxiliada pelos colegas Alfredo Benjamim Duarte da Silva, Alfredo Gragnani Filho, Antonio Carlos Corte Real Braga, Alcemar Maia Souto, Daniela Francescato Veiga, Fabio Inacio da Cunha, Guilherme Miranda de Freitas, Joel Veiga Filho, José Hermilio Curado, José Pascoal Duarte Pinheiro Correia, Luiz Haroldo Batista Pereira, Luis Henrique Ishida, Pericles Vitorio Serafim Filho e Wanda Elizabeth Massiere y Correa, selecionou e classificou os trabalhos científicos em forma de e-pôsteres:

PRÊMIO E-PÔSTER

 

1º lugar: Luiz Henrique Borges
Trabalho: Reconstrução glútea com transferência microcirúrgica de retalhos livres

Dr. LUIZ HENRIQUE BORGES

2º lugar: Francisco de Assis Montenegro Carvalho
Trabalho: A versatilidade do retalho livre anterolateral da coxa utilizado nas reconstruções pós-traumas de membros superiores e inferiores, relato de três casos

3º lugar: Andres Fernando Canchica
Trabalho: Utilidade do retalho musculocutâneo vertical do reto abdominal (VRAM) na reconstrução de defeitos torácicos de espessura total, reporte de dois casos

Dr. OSVALDO SALDANHA – Representando seu residente Dr. ANDRES FERNANDO CANCHICA

Membros da Comissão e ganhadores de 2018

 

Com a certeza do dever cumprido, todos os membros da Comissão de Prêmios finalizaram seu trabalho comprometido e dedicado ao engrandecimento da SBCP ao final do dia 16 de novembro de 2018.

Atualmente, estamos nos preparando para novas metas dessa Comissão e aproveitamos para desejar um feliz 2019!