notícias

Coordenadoria dos Capítulos

por admin , março de 2017

Assumi a coordenadoria dos capítulos no final do semestre de 2016, com organização do ano já muito bem feita pela equipe do DEC, e tudo correu muito bem, como se esperava. A partir de então estamos estruturando um projeto, que resumidamente deverá ter ações de curto, médio e longo prazo, que foram discutidos com os regentes deles em uma reunião em Fortaleza.

Primeiro: organização dos cursos dos congressos, onde cada um dos regentes e adjuntos das respectivas áreas de atuação se encarregará de montar o seu, convidando os professores que desejarem. Terão liberdade total. Procurando atrair ouvintes jovens em formação ou de outro lado cirurgiões experientes. Quando possível os dois.

Segundo: procurar dar condições para que cada regente e seus adjuntos organizem aulas, cirurgias vídeo editadas ou quaisquer meios de ensino para incluir no Programa de Ensino à Distancia ( PED). Nesse aspecto estamos discutindo com a diretoria como obter patrocínio para cobrir os custos dessas ações. Também aqui os regentes e seus adjuntos terão liberdade para a escolha dos temas e dos professores, e certamente aceitarão sugestões de todos que queiram um PED de alta qualidade.

Terceiro: Está programado um livro sobre “Princípios Fundamentais de Cirurgia Plástica para Estudantes de Medicina”, em conjunto com as ligas estudantis que já havia iniciado o mesmo. Mas que propusemos a união com a SBCP, juntando os que já escreveram capítulos, os estudantes que participaram e os regentes de cada capitulo, o DEC e o DESC, para dar mais consistência no ensino da especialidade nas escolas. E futuramente propor à Diretoria e Conselho a aceitação dos estudantes das ligas a assistirem nossas reuniões cientificas. Afinal eles serão o nosso futuro.

Quarto: O capitulo de ensino de Cirurgia Plástica nas Faculdades de Medicina, está fazendo um levantamento de quantas escolas de medicina tem no Brasil ( já sabemos que são 271 + 39 a serem abertas). E tentar através do Ministério da Educação instalar curso básico de cirurgia plástica ministrado por cirurgião plástico em todas elas. Doze horas aulas seriam o suficiente. Além de ensinar, é a tentativa de resgatar a verdadeira especialidade que nem os médicos de outras áreas a reconhece. Pensam que somos cirurgiões de 6 cirurgias “estéticas” Que dirá a população em geral. Péssimo para nosso futuro.

Quinto: É uma ideia pessoal que tentaremos levar adiante, acrescentar a isso tudo um possível programa televisivo nacional sobre nossa especialidade, sério, honesto, coordenado pela SBCP, inibindo definitivamente os doutores “Hollywoods” existentes e os que pensam em existir. Resgatar a verdadeira cirurgia plástica dentro desse “Projeto Resgate” é um compromisso de todos nós, com enormes dificuldades a serem transpostas. Vê-se então muito trabalho pele frente durante anos seguidos, mas toda grande caminhada começa pelo primeiro passo, pois então vamos em frente.

Abraço a todos os sócios da SBCP.

Bozola A.R.

foto dr bozola

Veja todas as noticias